Information Management as Strategy in the Coordination for the Improvement of Higher Education Personnel Assessment Process

Authors

DOI:

https://doi.org/10.26668/businessreview/2021.v6i1.118

Keywords:

Information Management, Strategic Management, Evaluation System, Graduate Program

Abstract

Purpose:  To analyse if the information management might be characterized as an effective strategy in the CAPES evaluation process in the Graduate Program in Automation and Systems Engineering (PPGEAS).

Methodology / Approach: The study was based on the qualitative approach by field study, bibliography and documental research, and participant observation.

Originality / Relevance: By the necessity of guaranteeing the recognition and/or maintenance of a Graduate Program, it is considered that a range of information should be managed strategically, which are submitted in ao evaluation process by the Coordination for the Improvement of Higher Education Personnel (CAPES).

Main results:  The results pointed out that information management represents an effective strategy in the CAPES evaluation process to PPGEAS because accreditation permanency is linked to the way the information is managed related to the evaluation indicators. That way, strategic planning is elaborated to attempt the evaluation indicators.

Theoretical / methodological contributions: Thus, means essential the continuous knowledge about this theme to guarantee the effectiveness of the evaluation process and the reach the results in the evaluation system in the PPGEAS scope.

Downloads

Download data is not yet available.

Author Biographies

Enio Snoeijer, Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC

Mestre em Administração Universitária no Programa de Pós-Graduação em Administração Universitária (PPGAU) da Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC, Santa Catarina, (Brasil). 

Katia Denise Moreira, Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC, Santa Catarina

Doutora em Administração pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC, São Paulo, (Brasil). Mestra Profissional em Administração Universitária pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). 

Luci Mari Aparecida Rodrigues, Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC, Santa Catarina

Doutoranda em Administração na Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC, Santa Catarina, (Brasil). Secretária Executiva na Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC. 

Cibele Barsalini Martins, Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC, Santa Catarina

Doutora em Administração pela Universidade Nove de Julho - UNINOVE, São Paulo, (Brasil). Professora na Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC, Santa Catarina. Foi Editora Científica da Revista Gestão e Secretariado.

References

Araújo, C. A. A. (2014). Fundamentos da Ciência da Informação: correntes teóricas e o conceito de informação. Revista Perspectivas em Gestão & Conhecimento. João Pessoa, 4(1), 57-79, jan./jun. Recuperado em 25 janeiro 2018, de http://periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/pgc/article/view/19120

Bardin, L. (2011). Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70.

Brasil, Ministério da Educação, CAPES. (1951). Decreto N. 29.741, de 11 de julho de 1951. (1951). Institui uma Comissão para promover a Campanha Nacional de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Recuperado em 13 fevereiro 2018, de http://www2.camara.leg.br/legin/fed/decret/1950-1959/decreto-29741-11-julho-1951-336144-norma-pe.html.

Brasil, Presidência da República, Casa Civil. (1960) Lei nº 3.849, de 18 de dezembro de 1960. Federaliza a Universidade do Rio Grande do Norte, cria a Universidade de Santa Catarina e dá outras providências. Recuperado em 13 janeiro 2018, de https://www2.camara.leg.br/legin/fed/lei/1960-1969/lei-3849-18-dezembro-1960-354412-norma-pl.html.

Brasil, Presidência da República, Casa Civil. (1988). Constituição Federal da República Federativa do Brasil de 1988. Recuperado em 2 janeiro 2021, de http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm

Brasil, Ministério da Educação, CAPES. (2008). História e missão. Recuperado em 09 janeiro 2021, de http://www.capes.gov.br/historia-e-missao.

Brasil, Ministério da Educação, CAPES. (2014) Sobre a Avaliação. Recuperado em 10 de janeiro 2021, de https://uab.capes.gov.br/avaliacao/sobre-a-avaliacao.

Brasil, Ministério da Educação, CAPES. (2017). Avaliação Quadrienal Engenharias IV CAPES 2017. Recuperado em http://capes.gov.br/images/stories/download/avaliacao/relatorios-finais-quadrienal-2017/20122017-ENGENHARIAS-IV-quadrienal.pdf.

Brasil, Ministério da Educação, CAPES. (2021). Cursos Recomendados/Reconhecidos. Recuperado em 09 janeiro 2021, de https://sucupira.capes.gov.br/sucupira/public/consultas/coleta/programa/quantitativos/quantitativoAreaAvaliacao.jsf;jsessionid=IpC19tcuSCVdbQWNHKsjYjWE.sucupira-213.

Buckland, M. (1999). The landscape of information science: The American Society for Information Science at 62. Journal of the American Society for Information Science, v. 50, n. 11, p. 970-974.

Castanha, R. C. G., & Grácio, M. C. C. (2015). Contribuição da análise multivariada para os indicadores de avaliação dos programas de pós graduação: uma análise na área de Matemática (2007-2009). Em questão, v. 21, n. 1, p. 130-149, Recuperado em 2 janeiro 2021, de https://www.seer.ufrgs.br/EmQuestao/article/view/49231

Choo, C.W. (2005), The Knowing Organization: How Organizations Use Information to Construct Meaning, Create Knowledge, and Make Decisions, Oxford University Press, USA.

Costa, P. J. S. (2017). Gestão do Conhecimento em Organizações de Saúde: um conceito indispensável para a gestão em enfermagem. Revista Portuguesa de Gestão & Saúde. Portugal, 21, 26-28. Recuperado em 25 janeiro 2018, de http://spgsaude.pt/website/wp-content/uploads/2017/05/rpgs021.pdf#page=26.

Davenport, T.H., & Prusak (1997), Information Ecology: Mastering the Information and Knowledge Environment, Oxford University Press, New York, NY.

Devece, C., Palacios, D., & Martinez-Simarro, D. (2017). Effect of information management capability on organizational performance. Service Business, v. 11, n. 3, p. 563-580, 2017. Recuperado em 3 janeiro 2021, de https://link.springer.com/article/10.1007/s11628-016-0320-7

Freitas, S. F. T. (2011). Mais algumas notas sobre a transição da pós-graduação brasileira. Revista Brasileira de Pós-Graduação. Brasília, 8(15), 19-32. Recuperado em 13 fevereiro 2018, de http://ojs.rbpg.capes.gov.br/index.php/rbpg/article/view/209/pdf.

Freitas, R. de C., & Freitas, M. do C. D. (2020). Information management in lean office deployment contexts. International Journal of Lean Six Sigma, 11(6), 1175–1206. Recuperado 5 janeiro 2021, de https://www.emerald.com/insight/content/doi/10.1108/IJLSS-10-2019-0105/full/html

Ghemawat, P. (2005) Strategy and the business landscape: core concepts. 2 ed. Englewood Cliffs/New Jersey: Prentice-Hall,

Gil, A. C. (2002). Como Elaborar Projetos de Pesquisa. São Paulo: Editora Atlas. Recuperado em 26 janeiro 2018, de http://www.urca.br/itec/images/pdfs/modulo%20v%20%20como_elaborar_projeto_de_pesquisa_-_antonio_carlos_gil.pdf.

Hax, A. C., & Majluf, N. S. (1986). Strategy and the strategy formation process. 1986. Recuperado em 5 janeiro 2021, de https://dspace.mit.edu/bitstream/handle/1721.1/2149/SWP-1810-15686178.pdf

House, E. R. (1992). Tendencias en evaluación. Revista de Educación, 299(1), 43–55.

Le Coadic, Yves-François. (1996). A Ciência da Informação. Tradução: Maria Yêda F. S. de Filgueiras Gomes. Brasília: Briquet de Lemos. Recuperado em 25 janeiro 2018 de http://www.restaurabr.org/siterestaurabr/CICRAD2011/M1%20Aulas/M1A3%20Aul/20619171-le-coadic-francois-a-ciencia-da-informacao.pdf.

Lira, J., Bezerra, V. C. A., Carneiro, C. S., & Fell, A. F. A. (2015). Resenha Crítica - Sordi, J. O. Administração da Informação: fundamentos e práticas para uma nova gestão do conhecimento. Revista de Gestão e Tecnologia, v. 7, n. 1. Recuperado 08 janeiro 2021, de http://navus.sc.senac.br/index.php/navus/article/view/480/pdf

Maccari, E. A.; Almeida, M. I. R.; Riccio, E. L. & Alejandro, T. B. (2014). Proposta de um modelo de gestão de programas de pós-graduação na área de Administração a partir dos sistemas de avaliação do Brasil (CAPES) e dos Estados Unidos (AACSB). Revista de Administração, São Paulo, v. 49, n. 2, p.369-383, 2014. Business Department, School of Economics, Business & Accounting USP. http://dx.doi.org/10.5700/rausp1152. Recuperado 22 janeiro 2018, de http://www.revistas.usp.br/rausp/article/view/86392/89066.

Maccari, E. A., Martins, C. B.; & Almeida, M. I. R. (2015). Comparativo entre os sistemas de avaliação da association to advance collegiate schools of business (Estados Unidos) e da coordenação de aperfeiçoamento de pessoal de nível superior (Brasil) e o seu uso pelos coordenadores de programas. Revista Brasileira de Pós-Graduação, v. 12, n. 27, p. 39– 66. Recuperado em 2 janeiro 2021, de http://search.ebscohost.com/login.aspx?direct=true&db=aph&AN=108619764&lang=pt-br&site=eds-live&scope=site

Maccari, E. A., & Nishimura, A. T. (2014). Povoamento dos estratos conceitos 6 e 7 no sistema de avaliação da Capes pela área de administração, ciências contábeis e turismo nas avaliações trienais 2010 e 2013. REAd. Revista Eletrônica de Administração , v. 20, n. 3, p. 601-624. Recuperado em 3 janeiro 2021, de https://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413-23112014000300601&script=sci_arttext

Maccari, E. A.; Rodrigues, L. C.; Alessio, E. M.; Quoniam, L. M. (2008). Sistema de avaliação da pós-graduação da Capes: pesquisa-ação em um programa de pós-graduação em Administração. Revista Brasileira de Pós-graduação. Brasília, v. 5, n. 9, p. 171-205, dez., 2008. Recuperado em 16 junho 2017, de http://ojs.rbpg.capes.gov.br/index.php/rbpg/article/view/147/141.

McGee, J.V. and Prusak, L. (1994), Gerenciamento Estratégico da Informação, 12 ed., Campus, Rio de Janeiro.

Marconi, M. A., & Lakatos, E. M. (2008). Metodologia Científica. 5 ed. São Paulo: Atlas. Recuperado em 11 abril 2017, de https://docente.ifrn.edu.br/olivianeta/disciplinas/copy_of_historia-i/historia-ii/china-e india

Martins, C. B., & Maccari, E. A. (2015). Desempenho dos programas de pós-graduação stricto sensu em Administração, Ciências contábeis e Turismo no Brasil. Jundiaí: Paco Editorial.

Martins, J. B. (1996). Observação Participante: uma abordagem metodológica para a psicologia escolar. Semina: Ci. Sociais/Humanas. Londrina, 17(3), 266-273, set. Recuperado em 29 janeiro 2018, de https://www.researchgate.net/profile/Joao_Martins6/publication/272653262_Observacao_participante_uma_abordagem_metodologica_para_a_psicologia_escolar/links/56f95c1008ae81582bf43830/

Mintzberg, H. (1987). The strategy concept I: Five Ps for strategy. California management review, v. 30, n. 1, p. 11-24.

Mintzberg, H., & Waters, J. A. (1985). Of strategies, deliberate and emergent. Strategic Management Journal, 6(3), 257–272. https://doi.org/10.2307/2486186

Montezano, N. S., Souza, R. B., & Baeta, O. V. (2015). A Importância da Gestão da Informação para a Atuação Profissional do Secretário Executivo: uma revisão de literatura nacional integrativa. R. G. Secr., GESEC, São Paulo, 6(2), 111-133, maio./ago. Recuperado em 28 janeiro 2018, de https://www.revistagesec.org.br/secretariado/article/view/356/pdf_72.

Moraes, C.R. B., & Fadel, B. (2009). A Informação no Contexto Organizacional: tipos, características e usos. Revista de Sistemas de Información e Documentación - IBERSID. Espanha, 61-65. Recuperado em 05 fevereiro 2018, de https://www.ibersid.eu/ojs/index.php/ibersid/article/view/3724.

Mourato, J. Patrício, M. T. Loures, L & Morgado, H. (2019). Strategic priorities of Portuguese higher education institutions. Routlegde, 1-13. Recuperado em 8 janeiro 2021, de https://www.tandfonline.com/doi/full/10.1080/03075079.2019.1628202

Oliveira, R.T.Q.; Botelho, E. N.; Amaral, C. T. N.; Zotes, L. P. (2008). Os programas de pós-graduação stricto sensu no contexto das avaliações CAPES e CNPq. In: Congresso nacional de excelência em gestão. Rio de Janeiro. Anais... Rio de Janeiro. Recuperado em: 16 junho 2017, de http://www.inovarse.org/filebrowser/download/8753

Pitassi, C., & Moreno Júnior, V. A. (2009). O papel das disciplinas de sistemas de informação nos cursos de graduação em administração. Administração: Ensino e Pesquisa, 10( 2), 9-32. Recuperado em 16 janeiro 2018, de https://raep.emnuvens.com.br/raep/article/view/191/154.

Polidori, M. M. (2009). Políticas de avaliação da educação superior brasileira: Provão, SINAES, IDD, CPC, IGC e... outros índices. Avaliação, v. 14, n. 2, p. 439-452. Recuperado em 5 janeiro 2021, de https://www.scielo.br/pdf/aval/v14n2/a09v14n2.pdf

Reginato, C. E. R., & Gracioli, O. D. (2012). Gerenciamento Estratégico da Informação por meio da Utilização da Inteligência Competitiva e da Gestão do Conhecimento - um estudo aplicado à indústria moveleira do RS. Revista Gestão e Produção, São Carlos, 19(4), 705-716. Recuperado em 25 janeiro 2018, de http://www.scielo.br/pdf/gp/v19n4/a04v19n4.pdf.

Rezende, D. A. (2016). Digital City: Chicago and Schaumburg (USA) information, sustainability indicators and public services projects. R. G. Secr., GESEC, São Paulo, 7(2), 55-79, mai./ago. Recuperado em 26 janeiro 2018, de https://www.revistagesec.org.br/secretariado/article/view/545/pdf

Rodrigues, L. M. A., Moreira, K. D., & Martins, C. B. (2020). Estratégias organizacionais no contexto da avaliação da pós-graduação brasileira. Estudos Em Avaliação Educacional, 31(77), 1–31. Recuperado em 10 de janeiro 2021, de http://publicacoes.fcc.org.br/index.php/eae/article/view/7383.

Rosa, R. A., & Romani-Dias, M. (2019). Indexação de Periódicos e a Política de Avaliação Científica: uma análise do campo de administração, contabilidade e turismo no Brasil. International Journal of Professional Business Review, 4(2), 01–17. https://doi.org/10.26668/businessreview/2019.v4i2.168

Rothen, J. C.; Santana, A. C. M. (2018) Avaliação da educação: referências para uma primeira conversa. São Carlos: EdUFSCar.

Santos, A. S.; Souto, D. C.; Silveira, K. S. S. Perrone; C. M., Dias, A. C. G. (2015). Atuação do Psicólogo Escolar e Educacional no ensino superior: reflexões sobre práticas. Revista Psicologia Escolar e Educacional, 19(3), 515-524. Recuperado em 10 de janeiro2021, de https://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-85572015000300515.

Saunders, M.; Lewis, P.; & Thornhill, A. (2009). Research methods for business students. 5 ed. Harlow / England: Pearson Education Limited.

Silva, E. L., & Menezes, E. M. (2005). Metodologia de Pesquisa e Elaboração de Dissertação. 4a ed. Santa Catarina: UFSC. Recuperado em 19 março 2017, de http://200.17.83.38/portal/upload/com_arquivo/metodologia_da_pesquisa_e_elaboracao_de_dissertacao.pdf.

Siegel, D. S. Leih, S. Strategic management theory and universities: an overview of the special issue. Sage, v. 16, n. 1, 6-11. Recuperado em 8 janeiro 2021, de https://journals.sagepub.com/doi/10.1177/1476127017750776

Snoeijer, E., Moreira, K. D., Martins, C. B. & Rodrigues, L. M. A. (2020). Assessoramento Secretarial Associado à Gestão da Informação no Processo de Avaliação da Capes. Revista Gestão em Análise, 9(3), 221-239. Recuperado em 10 janeiro 2021, de http://dx.doi.org/10.12662/2359-618xregea.v9i3.p221-239.2020

Sordi, J. O. (2015). Administração da Informação: Fundamentos e Práticas para uma Nova Gestão do Conhecimento. São Paulo: Saraiva.

Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC. (2017). Resolução Normativa N. 95/CUn/2017. Dispõe sobre a pós-graduação stricto sensu na Universidade Federal de Santa Catarina. Recuperado em 31 janeiro 2018, de http://temppgeas.paginas.ufsc.br/files/2017/08/RN95_P%C3%B3sGradua%C3%A7%C3%A3o_stricto_sensu.pdf.

Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC. (2020). Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Automação e Sistemas Recuperado em 5 janeiro 2021, de http://pgeas.ufsc.br/.

Van Damme, D. (2000). Internationalization and quality assurance: towards worldwide accreditation? European Journal for Education Law & Policy, 4(1), 1. Recuperado em 8 janeiro 2021, de https://link.springer.com/article/10.1023/A:1009994906190

 Information Management, Strategic Management, Evaluation System, Graduate Program

Published

2021-05-16

How to Cite

Snoeijer, E., Moreira, K. D., Rodrigues, L. M. A., & Martins, C. B. (2021). Information Management as Strategy in the Coordination for the Improvement of Higher Education Personnel Assessment Process. International Journal of Professional Business Review, 6(1), e0118. https://doi.org/10.26668/businessreview/2021.v6i1.118

Most read articles by the same author(s)